VALÊNCIAS

A Valência Centro de Convívio da Casa do Povo da Maia é uma resposta social, desenvolvida em equipamento de apoio a actividades sócio recreativas e culturais, organizadas e dinamizadas com a participação activa das pessoas idosas da comunidade. Actualmente existem na casa do Povo da Maia 2 Centro de convívio de idosos com uma capacidade máxima de 25 utentes cada. 

 

O Centro de Convívio tem como principais objectivos: prevenir a solidão e o isolamento; incentivar a participação e favorecer a inclusão social; fomentar as relações interpessoais e intergeracionais e retardar ou evitar a institucionalização.

 

Para atingir os seus objectivos os Centros de Convívio desenvolvem várias actividade de animação e recreação com os seus utentes desde a animação de ateliês (Malha, Crochet, Arraiolos, Costura, Retalhos, Pintura, Modelagem, Culinária, Patchwork, etc.) passando pelo exercício físico, pela informática, jogos diversos, almoços convívio e intercâmbios, sessões de formação e informação nas mais diversas áreas, etc.

A Ludoteca Itinerante, da Casa do Povo da Maia, criada em 2007, é uma resposta social desenvolvida em equipamento social itinerante, que se destina a acolher crianças de idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos de idade, durante o período diário correspondente ao trabalho dos pais.

A falta de equipamentos direcionados para a ocupação de tempos livres das crianças da maioria das freguesias da zona oriental do concelho da Ribeira Grande levou à criação deste equipamento, que ao longo da semana percorre cada uma das freguesias (Lomba de S. Pedro, Fenais d’ Ajuda, Lomba da Maia e lugar da Ribeira Funda, Maia e lugar da Lombinha da Maia, S. Brás e Porto Formoso) dinamizando um conjunto de atividades organizadas e orientadas, para o preenchimento do tempo disponível das crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico.

 

A Ludoteca Itinerante tem como objetivos promover o desenvolvimento da personalidade das crianças, através de atividades socioeducativas adequadas aos seus interesses e necessidades; criar componentes educativas que permitem às crianças desenvolver as suas capacidades de forma orientada; colaborar estreitamente com a família na partilha de cuidados e responsabilidades em todo o processo evolutivo das crianças; proporcionar atividades integradas num projeto de animação sociocultural; sinalizar e encaminhar problemas sociais, definindo formas de prevenção e/ ou intervenção sociocomunitária; colaborar de forma eficaz no despiste precoce de qualquer inadaptação ou deficiência assegurando o seu encaminhamento adequado; criar mecanismos para o estabelecimento de uma ligação estreita entre ATL – Família – Escola – Comunidade.

 

Ao longo dos últimos anos foram sendo criados nas várias freguesias as valências de CATL: Fenais D’Ajuda, Lomba da Maia; Ribeira Funda e Maia. A existência destas valências nas várias freguesias fez repensar a ação da Ludoteca Itinerante nos moldes em que estava a trabalhar e a atual Direção da Casa do Povo junto com a Secretaria Regional da Solidariedade e Juntas de Freguesia de S. Brás e Lomba de s. Pedro decidiu que seria benéfico a criação de polos fixos nas freguesias que ainda não beneficiavam da valência de CATL. Tal aconteceu primeiro em S. Brás (2012) com a criação do CATL de S. Brás que tem uma capacidade para 25 crianças e posteriormente na freguesia de Lomba de S. Pedro (2013) com a criação do CATL de Lomba de S. Pedro que tem uma capacidade para 25 crianças também.

Music

O Centro de Informática e Multimédia da Casa do povo da Maia está projetado para garantir a todos os indivíduos a igualdade de oportunidades, o domínio de um conjunto de competências e conhecimentos básicos em TIC e promover a integração, a articulação e o desenvolvimento das aprendizagens nesta área. O Centro de Informática e Multimédia tem como finalidade fundamental promover a utilização generalizada das Tecnologias da Informação e Comunicação por crianças, jovens, adultos e idosos.

O Centro de Informática e Multimédia tem como objetivos potenciar o uso das novas tecnologias para a compreensão e aplicação individual/coletiva dos conhecimentos adquiridos; promover a apetência pelo saber/conhecer do TIC, realçando o seu papel decisivo no quotidiano das pessoas; organizar processos de pesquisa produzindo documentos de divulgação resultantes dos estudos efetuados; incentivar o trabalho de grupo e a interdisciplinaridade; promover a com o Meio, através da cooperação entre o Centro de Informática e outras instituições; promover ações de formação, nas mais diferentes ferramentas existentes; fomentar o interesse pela pesquisa, pela descoberta e pela inovação desenvolvendo a capacidade de pesquisar, tratar, produzir e comunicar informação através das novas tecnologias da informação e comunicação;  realizar trabalhos práticos em interação e articulação com as outras disciplinas; tirar dúvidas aos utilizadores relativamente à estrutura e funcionamento básico dos computadores, de modo a poderem tomar decisões na aquisição e/ou remodelação de material informático, e contribuir para melhorar a relação dos indivíduos com as TIC; possibilitar um espaço diferente onde os indivíduos possam recorrer, no âmbito das Tic e colmatar a inexistência de bibliografia adequada para consulta por, criando um centro de recursos com acesso a vários tipos de materiais

 

Tem como principais atividades a divulgação de noticias relacionadas com as TIC, através de painéis informativos e/ou de um folhetos informativos; a criação de um dia comemorativo às Tecnologias de Informação e Comunicação; a divulgação de trabalhos desenvolvidos pelos utilizadores; a implementação de Sistemas mais fiáveis bem como de mais e melhores recursos; a exploração e divulgação de Software Educacional; a observação de filmes; a exploração de temas da atualidade; o desenvolvimento de trabalhos de investigação bibliográfica e outros e a realização de atividades de apoio pedagógico a utilizadores com dificuldades de aprendizagem, podendo recorrer-se, quando adequado, a software e materiais existentes neste local; etc.

Durante o ano de 2009 foi criada a Biblioteca Infanto-juvenil  Professora Doutora Maria da Graça Borges Castanho sob a  égide da referida Professora, a grande impulsionadora e  benemérita deste projeto que tem como missão criar um  programa de animação de apoio à leitura vocacionado para  o público infanto-juvenil.

A biblioteca Infanto-juvenil tem como objetivos: criar um espaço de cultura, formação e educação; promover a leitura e Divulgar o Livro; Criar dinâmicas que possam ajudar a formar crianças leitoras e vivênciar as histórias através do teatro, dança, fantoches, música, conto e reconto.

Atividades: animação de histórias, leitura recreativa, exploração de temáticas relacionadas com o livro, dramatização, dança, conto e reconto, pintura, artes plásticas, realização de ateliers.

© 2018 por Casa do Povo da Maia.

  • w-facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now